Skip to main content

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated Cookie policy, Privacy policy and Terms & Conditions

navarro2_Christopher FurlongGetty Images_darkoceantire Christopher Furlong/Getty Images

Os oceanos na qualidade de investimento prioritário

OSLO –Os oceanos da Terra enfrentam muitas ameaças e nenhuma delas tem soluções rápidas. Ainda assim, as soluções são conhecidas e, com uma coligação suficientemente ampla de parceiros, podemos dar o pontapé de saída em várias vertentes.

Uma vasta gama de atividades humanas –da queima de combustíveis fósseis à pesca excessiva –tem degradado os oceanos desde há muitos anos. Ao aumentar a absorção de dióxido de carbono, o aquecimento global acidifica os oceanos e reduz os níveis de oxigénio, prejudicando ou matando plantas marinhas, animais e outros organismos. E à medida que as calotas de gelo derretem, o aumento do nível do mar coloca cada vez mais centenas de milhões de pessoas nas áreas costeiras em risco.

Além disso, devido à falta de modernas estações de tratamento em muitas cidades, principalmente em África e na Ásia, os resíduos estão a ser despejados nos rios e canais, onde eventualmente escoam para os oceanos, introduzindo grandes quantidades de partículas plásticas e toxinas. As toneladas de lixo atiradas diariamente para as ruas, quintais, rios, praias e áreas costeiras também acabam por ir parar aos oceanos. Muitos desses produtos, como sacos de compras e recipientes de água engarrafada, contêm produtos químicos perigosos que são consumidos por peixes e depois consumidos por pessoas, levando a uma grande variedade de problemas de saúde.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

https://prosyn.org/ImKXlwppt;