lind3_OLIVIER DOULIERYAFP via Getty Images)_capitol damage OLIVIER DOULIERYAFP via Getty Images

A verdadeira ameaça à democracia americana

AUSTIN – Muito ainda precisa ser assimilado sobre o que aconteceu em Washington, DC, em 6 de janeiro de 2021. Mas quase desde o instante em que os desordeiros invadiram o Capitólio, ficou claro que a ordem constitucional dos Estados Unidos resistiu às tentativas de Donald Trump para subvertê-la.

A evidência disponível sugere que Trump apoiou um absurdo golpe para que o vice-presidente Mike Pence se recusasse a certificar os resultados que mostravam que Joe Biden havia vencido a votação no Colégio Eleitoral. A ideia era que em meio à confusão criada por eleitores estaduais autonomeados e não autorizados, os republicanos do Congresso concederiam a Trump um segundo mandato.

Mas o golpe estava fadado ao fracasso, porque os republicanos em postos chave se recusaram a participar. Pence recusou o papel que lhe foi atribuído no golpe, assim como o procurador-geral William Barr e outros altos funcionários do poder executivo. Funcionários estaduais republicanos na Geórgia, Michigan, Wisconsin e Pensilvânia, bem como juízes federais –  incluindo alguns indicados por Trump –  também se mantiveram irredutíveis.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/2cIBQ3Jpt