rodrik189_Sukhomoy SenNurPhoto via Getty Images_indiasmallbusiness Sukhomoy Sen/NurPhoto via Getty Images

A Metamorfose da Política de Crescimento

CAMBRIDGE – A política do desenvolvimento há muito se divide entre dois tipos de abordagens. Uma abordagem visa diretamente as pessoas pobres e busca aliviar a pobreza de famílias individualmente – por meio de apoio à renda, intervenções de saúde e educação e maior acesso ao crédito. A outra abordagem enfoca o aumento das oportunidades econômicas e o da produtividade geral – por meio de políticas macroeconômicas e comerciais em toda a economia ou reformas legais e regulatórias. Chamemos a primeira política de social e a segunda política de crescimento.

Geralmente, esses dois tipos de políticas são complementares. O crescimento agregado nem sempre pode ajudar a todos, especialmente os pobres. Consequentemente, os programas de combate à pobreza serão necessários mesmo quando a política de crescimento estiver fazendo seu trabalho de maneira adequada. Ocasionalmente, porém, as políticas sociais e de crescimento têm sido vistas como substitutas.

Por exemplo, o aumento do uso da experimentação de políticas aleatórias permitiu que analistas desenvolvessem evidências causais sobre políticas sociais – como doações em dinheiro ou intervenções em educação e saúde – de maneiras que raramente são possíveis com políticas macroeconômicas ou que abrangem toda a economia. Isso, por sua vez, levou muitos acadêmicos e profissionais a diminuir a importância prática da política de crescimento em relação à política social.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading and receive unfettered access to all content, subscribe now.

Subscribe

or

Unlock additional commentaries for FREE by registering.

Register

https://prosyn.org/e6vOr9hpt