kortenhorst14_Joshua PrietoSOPA ImagesLightRocket via Getty Images_climate change journalist Joshua Prieto/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

A mãe de todas as reportagens

DENVER – Quando nos referimos às alterações climáticas, “ganhar” lentamente é o mesmo que perder. Só temos uma oportunidade para resolver este problema antes de se tornar numa ameaça existencial, e a janela para a acção está a fechar-se rapidamente.

Para além de ser sensível ao factor tempo, o desafio climático amplifica todas as outras crises que enfrentamos, da pandemia do coronavírus à desigualdade global. A comunicação da sua urgência de uma forma clara, baseada em factos e responsável tornou-se assim fundamental. Sem notícias e análises contundentes, exactas e convincentes sobre o problema, os eleitores não o compreenderão, e muito menos exigirão soluções dos legisladores que podem mobilizar os recursos necessários à sua resolução.

Devido à imensa complexidade do desafio climático, precisamos de jornalistas experientes, empenhados e informados que cubram todas as facetas do problema a tempo inteiro. Sendo uma questão que afectará tudo no planeta e todos os aspectos das nossas próprias vidas, as alterações climáticas não são uma moda noticiosa de nicho. A transição para a energia limpa e neutra em termos de carbono implica a reforma de toda a economia global: uma transformação que afectará o modo como trabalhamos, consumimos e cuidamos das nossas famílias.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/Z8aULCdpt